Representantes do Sindicato dos Servidores do Município de Candeias (Sisemec) se reuniram na manha desta segunda-feira (2), com 14 vereadores e secretários para discutir o pagamento do salário dos servidores. Com o corte nos salários, os servidores realizaram um protesto em frente a Câmara Municipal. A categoria pede a revogação do decreto que suspende o pagamento das gratificações e das horas extras. Segundo o presidente do Sisemec, Juscelino Santos, os salários dos servidores serão corrigidos e podem ser liberados ainda nesta segunda.

“A gente está brigando aqui para que o salário dos servidores venha para a conta do servidor ainda hoje. Essa é a minha maior preocupação. Estamos aguardando uma posição da administração pública que já está rodando a folha, mas algumas pessoas querem saber se o dinheiro vai sair ou não o dinheiro hoje. Eles estão agilizando, nos orientando, passando para a gente tudo que acontece lá e para ver se faz o pagamento ainda hoje. Vai voltar tudo que era antes, o pagamento completo, com as horas extras, adicional noturno e insalubridade que foi cortada dos agentes de trânsito, gari e todos que tiveram essa perca (sic)”, explicou o presidente.

Os portões da Câmara Municipal foram abertos por volta das 12h40 e os servidores ocuparam o plenário. Segundo os manifestantes, eles deixarão o local após a liberação do pagamento do salário.

Por conta da manifestação, a sessão extraordinária, marcada para esta segunda, iniciou com atraso. Os vereadores se reúnem para votar o projeto de lei que institui o novo código tributário.

SHARE